Sexta-feira, 24 de outubro de 2014
 

A cooperativa é uma associação, uma união de pessoas que se juntam voluntariamente para satisfazer aspirações e necessidades econômicas, sociais e culturais comuns, por meio de uma empresa de propriedade coletiva, gerida de forma democrática. Uma cooperativa pode adotar qualquer gênero de serviço, operação ou atividade, sempre focando no objetivo de eliminar intermediários, diminuído custos, preços ou taxas através da racionalização e da administração coletiva.

O perfil de uma cooperativa está sempre diretamente ligado ao de seus associados, pois estes se reúnem em torno de um ou mais objetivos específicos. Por exemplo, na Coopcrefi, todos têm como objetivo melhorar suas rendas. Consequentemente, reduzir as altas taxas de juros é uma opção frente ao mercado financeiro, através dos empréstimos que esta poderá fomentar entre os sócios e distribuir as sobras.

A cooperativa de crédito é uma instituição financeira formada por uma associação autônoma de pessoas unidas voluntariamente, de natureza civil, sem fins lucrativos e constituída para prestar serviços a seus associados, com forma e natureza jurídica próprias.

O objetivo da constituição de uma cooperativa de crédito é prestar serviços financeiros de modo mais simples e vantajoso aos seus associados, possibilitando o acesso ao crédito e outros produtos financeiros (aplicações, investimentos, empréstimos, financiamentos, recebimento de contas, seguros, etc.).

As cooperativas desempenham um papel essencial no desenvolvimento social e fazem justiça ao apresentar resultados eficientes na economia, na redução de taxas através da gestão compartilhada e, consequente, na melhoria de vida dos cooperados. Seu principal objetivo é ser contributiva para a sociedade ou grupo de trabalhadores a que pertence e tem como desafio resgatar valores humanos como liberdade, igualdade, solidariedade e racionalidade.


E a união de trabalhadores oriundo do Sistema Financeiro, denominados bancários, que, juntos e através da aquisição de cotas capital, cooperam entre si, em ajuda mútua. Esta união resulta na distribuição das sobras de resultados e na melhoria da qualidade de vida entre os cooperados.


Conceder empréstimos a juros baixos, com a soma dos recursos capitalizados.
Estabelecer instrumentos que possibilitem uma política de assistência creditícia ao cooperado.
Gerar renda através da remuneração das cotas capital e redução das taxas de juros.

Todos os trabalhadores do Sistema Financeiro, ativos ou aposentados, pensionistas, pais, cônjuges ou companheiros.

Basta ir até a Coopcrefi, situada na sede administrativa do Sindicato dos Bancários de Curitiba e região, preencher o formulário de associação, apresentar os dois últimos comprovantes de renda, RG, CPF, comprovante de endereço atualizado e adquirir a Cota Capital mínima.

Participar das decisões e controle da Cooperativa com os cooperados.
Participar das assembleias e planejar as ações da Cooperativa.
Aplicar seus recursos em Cota Capital ou Poupança, de forma a contribuir para que mais  cooperados possam ser beneficiados.
Ter crédito concedido em prazos e condições mais adequados às suas características.
Ter atendimento personalizado e exclusivo.
Obter retorno de eventuais sobras ou excedentes.

Ao se associar na Coopcrefi, você adquire cotas. O valor dessas cotas é depositado na Cota Capital, uma conta individual aberta em seu nome. As suas cotas, juntamente com dos outros cooperados, integram o capital social da Cooperativa. Assim, quanto mais cotas você adquire, mais capitalizada estará a Coopcrefi e maior será sua participação nos resultados, quando ocorrer sobras ou excedentes.


É necessário adquirir 100 cotas iniciais, no valor de R$ 1,00 cada.


O cooperado poderá emprestar até sete vezes o valor das cotas adquiridas por ele. Por exemplo, se ele tiver R$ 100 em cotas integralizadas, poderá emprestar no máximo R$ 700,00

O cooperado deverá apresentar o requerimento de empréstimo preenchido e assinado (ou enviá-lo para coopcrefi@bancariosdecuritiba.org.br) e indicar um avalista devidamente matriculado na Coopcrefi (não é permitido a reciprocidade de aval). Além disso, o valor das parcelas não poderá ultrapassar a 30% do salário líquido.

Conforme o Estatuto da Coopcrefi:
Capitulo IV do Capital Social
Artigo 15 – O Capital integralizado por cada associado deve permanecer na Cooperativa por prazo que possibilite o desenvolvimento regular da sociedade e o cumprimento dos limites estabelecidos pela regulamentação em vigor, sendo que eventuais solicitações de resgate poderão ser examinadas pela Diretoria Executiva, caso a caso.
Artigo 17 – A devolução do capital ao associado demitido, eliminado ou excluído será feita após a aprovação, pela assembleia geral, do balanço do exercício em que ocorreu seu desligamento.

Invista na sua conta Cota Capital, pois os benefícios são muitos. Quanto mais você investe em capital, mais forte a Coopcrefi fica e melhores resultados ela poderá gerar. Aumente sua participação, pois assim você incrementará o volume de recursos disponíveis para as operações de crédito e financiamentos da Coopcrefi.

Coopcrefi – Cooperativa de Credito Mútuo dos Trabalhadores do Sistema Financeiro de Curitiba e região
Endereço: Av.  Vicente Machado, 18, 8º andar • Centro
CEP 80.420-010 • Curitiba-PR
Telefone: (41) 3028-3567 ou 3028-3568
Fax: (41) 3322-9867
E-mail: coopcrefi@bancariosdecuritiba.org.br

Rua Vicente Machado, 18 - 8º andar - CEP 80420-010 - Curitiba - Paraná
Fone: 41. 3015 0523 | Fax: 41. 3322 9867 - e-mail: sindicato@bancariosdecuritiba.org.br