Geral

  • 01/11/2017

    Campanha Novembro Azul conscientiza homens para a prevenção

    Campanha internacional alerta sobre medidas preventivas ao câncer de próstata
    A alusão ao Novembro Azul como referência para prevenção ao câncer de próstata tem como marco internacional o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata em 17 de novembro. Por conta desta data, nos últimos anos, o Ministério da Saúde, sob chancela dos governos Lula e Dilma, criou políticas e campanhas de prevenção, como a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH), com o desenvolvimento de ações "que possibilitem entender a realidade e promover o cuidado e prevenção dos homens" entre 20 e 59 anos de idade com o objetivo de reduzir as taxas de mortalidade e morbidade e melhorar a qualidade de vida dos homens. 

    Neste ano, não há alusões a políticas públicas e campanhas governamentais com referência ao Novembro Azul, mas o Sindicato fomenta a Campanha de Prevenção, resgatando informações de anos anteriores de atenção e prevenção ao câncer de próstata:

    - o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens;
    - cerca de 3/4 dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos;
    - no Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos;

    Diminuição de riscos:

    - dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura;
    - 30 minutos diários de atividade física;
    - manutenção de peso adequado à altura;
    - diminuição do consumo de álcool e não fumar.

    Prevenção e sintomas:

    - homens a partir dos 50 anos devem procurar um posto de saúde para realizar exames de rotina;
    - dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina;
    - para homens com histórico familiar, procurar um médico para realização de exames.


    Paula Padilha SEEB Curitiba com informações de arquivo do Ministério da Saúde