Banco do Brasil

  • 19/01/2018

    BB: Sindicato realiza ato em defesa das empresas públicas

    Manifestação se solidariza também aos bancários da unidade do Cenop Recife, que está sendo fechada.


    Fotos: SEEB Curitiba

    Diante dos insistentes ataques do governo Temer às empresas públicas, o Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região realiza hoje, 19 de janeiro, um dia de luta em defesa do Banco do Brasil. Durante toda a manhã, dirigentes e delegados sindicais estão em 10 agências do banco, dialogando com os bancários e também com clientes e usuários sobre a importância das empresas públicas para o povo brasileiro.

    Os bancos públicos são essenciais para o desenvolvimento do Brasil, pois administram dezenas de programas em setores como educação, saúde, moradia e agricultura familiar. Nos últimos anos, a Caixa e o Banco do Brasil foram fundamentais para manter o crescimento do País, investindo do acesso da população aos serviços bancários e na expansão do crédito. Embora não tenham foco exclusivamente no lucro, como os bancos privados, essas instituições também são lucrativas: nos nove primeiros meses de 2017, o BB lucrou R$ 7,9 bilhões.

    Os dirigentes sindicais permanecem até as 12h00 nas agências Banco do Brasil Bacacheri, Batel, Comendador Araújo, Conselheiro Laurindo, Marechal Deodoro, Portão, Rockfeller, São José dos Pinhais, Tiradentes e Visconde de Guarapuava.





    Em solidariedade ao Cenop Recife
    A partir das 13h00, os dirigentes sindicais irão até o Centro Administrativo do Banco do Brasil localizado no Shopping Estação, para realizar uma manifestação em solidariedade aos bancários do Cenop Recife, que está sendo fechado. No último dia 04, o banco anunciou Programa de Adequação de Quadros (PAQ) destinado à regularização de quadros de unidades com excessos. Para o movimento sindical, no entanto, a medida é bastante contraditória, já que faltam funcionários em praticamente todas as unidades.

    Renata Ortega SEEB Curitiba

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Últimas notícias