Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Trabalhadores do Santander encerram Encontro Estadual dos Bancos Privados

print da tela do encontro no zoom

A Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (Fetec-CUT-PR) encerrou na noite de quinta-feira, 12 de maio, o Encontro Estadual dos Bancos Privados, com a participação das trabalhadoras e trabalhadores do banco Santander.

Considerado como o banco “mais difícil para negociar”, por conta da política de implementar retrocessos, retirar direitos e complicar a atuação dos Sindicatos, a categoria pode debater e discutir as ações que serão levadas no Encontro Nacional, a ser realizado em junho.

Uma coisa ficou clara aos participantes: não dá para focar apenas nas pautas convencionais, pois será preciso fortalecer as ações que visam a transformação do atual cenário do Brasil. “Em outubro, iremos decidir se queremos continuar nesta situação difícil ou se iremos optar em reconstruir nosso país e nosso futuro. Temos que pensar na pauta do Santander, sem esquecer de construir um diálogo com a sociedade, a exemplo do que foi conversado com os trabalhadores do Bradesco e Itaú. Isso será de fundamental importância para os próximos anos”, alerta o presidente da Fetec, Deonísio Schmidt.

A representante da Comissão de Organização dos Empregados do Santander (COE Santander) Lucimara Malaquias endossa as palavras do presidente da Federação. “Neste cenário nebuloso, precisamos eleger prioridades. Renovar a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Santander são importantes, mas não podemos ignorar que devemos nos esforçar para eleger Lula presidente”, afirma.

O encontro trouxe ainda uma conversa com Vivian Machado sobre o lucro do Santander e com Sávio Cavalcante, com informações a respeito da realidade do teletrabalho. “O Encontro foi muito produtivo, a Lucimara representante nacional da COE/Santander fez a abertura falando principalmente das terceirizações no banco, a Vivian do Dieese apresentou o balanço do primeiro trimestre do banco e para fechar o encontro o Professor Doutor Sávio Cavalcante falou um pouco sobre tele trabalho e os seus impactos. Achei o encontro muito interessante e produtivo” aponta o representante do COE estadual, Leonardo Rentz.

Após essas apresentações, os trabalhadores e trabalhadoras puderam fazer perguntas e tirar dúvidas.

Deixe um comentário

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]